Rádio Som de Deus



Lançado em: 16-05-2019

Amai-vos uns aos outros!

Meus queridos irmãos e irmãs, estamos celebrando o quinto domingo da Páscoa, aproximando-nos, cada vez mais, da solenidade de Pentecostes que encerra esse período de festa pascal.

A Liturgia da Palavra de hoje nos inspira para uma premissa que, por vezes, esquecemos que é a de que o amor deve reinar entre nós, pois, somos discípulos e discípulas de Jesus e, assim sendo, somos testemunhas de que o amor com o qual Ele nos amou, nós também amaremos os nossos irmãos e irmãs.

Na primeira leitura, extraída do livro dos Atos dos Apóstolos (At 14,21b-27), Paulo e Barnabé haviam decidido ir anunciar o evangelho aos pagãos, ou seja, a outros povos, pois os judeus não aceitaram o anúncio deles (leitura do domingo passado). Hoje, eles retornam, encorajando os discípulos para que não esmorecessem diante das dificuldades existem no anúncio do Reino. Eles anunciavam o Reino de Deus, ou seja, como Deus tinha operado e derramado graças em suas vidas. Portanto, na leitura de hoje, Paulo e Barnabé fazem um relatório da primeira viagem missionária. Na viagem de volta, visitam novamente as jovens comunidades e instituem presbíteros para que cuidem e acompanhem as comunidades.

Na segunda leitura, extraída do livro do Apocalipse de São João (Ap 21,1-5a), João tem uma visão totalmente diferente daquelas que ele costumava ter. Nessa, ele vê um novo céu, uma nova cidade, uma nova Jerusalém que “descia do céu, de junto de Deus” (v.2). Essa cidade, a Nova Jerusalém descida do céu é o próprio Jesus. O mar já não existe, pois Jesus anda por cima das águas e acalma o mar (Mc 4,35-5,43). A nova realidade que João vislumbra tem a aparência de uma noiva enfeitada para seu esposo: as núpcias messiânicas. É a moradia de Deus com os homens (cf. Ez 37,27). É a Nova Aliança: os homens serão seu povo e Ele será o seu Deus. É a plenitude do Emanuel, Deus-conosco. É tudo o que se pode esperar. É a nova criação.

No evangelho, extraído do evangelista João (Jo 13,31-33a.34-35), Jesus, após lavar os pés dos discípulos, faz um primeiro grande discurso, onde revela o mandamento novo e esse está intimamente ligado com a glorificação realizada na Cruz. Para que se realize a nova criação (segunda leitura de hoje), faz-se necessário um novo mandamento: “amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros”. Esse novo mandamento não consiste somente em “amar”, mas sim, amar como Jesus nos amou. E esse amor é a característica, ou melhor, a identidade da comunidade cristã: “nisto, todos conhecerão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns para com os outros”. A passagem do evangelho está inserida no contexto que nos ajuda a viver esse amor. Para viver esse amor, precisamos praticar a doação e o serviço (lava-pés e a morte de cruz).

Assim, a Liturgia da Palavra de hoje nos ensina que nós, como discípulos e discípulas de Jesus, formamos uma comunidade, onde reina o amor (lembre-se: onde reina o amor, fraterno amor, Deus aí está). A nossa identidade foi construída no serviço (lava-pés) e na doação (morte de Cruz). Esse amor que somos convidados a imitar, pois, pela prática dele, é que seremos reconhecidos (evangelho). Amando as pessoas com o mesmo amor de Jesus, seremos cidadãos da nova Jerusalém, da cidade eterna que desce do céu, pois essa é o próprio Jesus [segunda leitura]. Precisamos anunciar e viver esse amor. A obra de Deus em nós não pode ficar escondida. As nossas comunidades precisam reconhecer a obra de amor realizada em nós [primeira leitura].

Peçamos a graça a Deus que nos redimiu e nos assumiu como seus filhos a graça de que, assumindo o mandamento novo, a liberdade verdadeira e a herança eterna, com as nossas vidas “bendiremos o vosso nome, ó meu Deus, meu Senhor e meu Rei para sempre”.

Autor: seminarista Ícaro Marcos Soledade Oliveira
Revisão ortográfica: Nelmira Moreira




5 Últimos Lançamentos

Ama teu próximo como a ti mesmo! - 13-07-2019


As colunas da Igreja: São Pedro e São Paulo - 28-06-2019


VIDA É MISSÃO! - 21-06-2019


A Trindade Santa - 14-06-2019


​​​​​​​Alegrai-vos! Desce sobre vós o Paráclito! - 08-06-2019


Rádio Som de Deus
Momentos da Noite de Artes da Comunidade Regina Pacis 2016. Fonte: Paróquia Nossa Senhora das Graças
Copyright © 2016 - Rádio Som de Deus
Todos os direitos reservados